Plano de saúde: avalie os prós e contras e saiba como se credenciar

Plano de saúde: avalie os prós e contras e saiba como se credenciar
19/05/2021

De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), existem no Brasil 47.036.166 beneficiários de planos privados de saúde. Os dados, que tiveram sua última atualização em novembro de 2020, mostram ainda que 24,3% da população brasileira está coberta por planos privados de saúde.

Em pouco menos de 10 anos, o Brasil somou mais de 2 milhões de novos beneficiários. Os números apontam que é crescente o número de pacientes que buscam convênios para um atendimento eficaz, pagando por uma mensalidade que cabe em seu orçamento.

 

 

Para os profissionais da saúde, essa realidade pode significar obter uma série de vantagens em diversos aspectos. Ainda assim, mesmo com tanta procura de pacientes, muitos profissionais ainda se sentem inseguros em aderir a convênios.

 

AFINAL, DEVO ME CREDENCIAR A UM PLANO DE SAÚDE OU NÃO?

 

A questão é ampla e bastante discutida. Mas não há como dar uma resposta final e concreta para essa pergunta. Tudo depende de cada profissional, do plano de saúde escolhido e de diversos outros fatores, como a cidade de atuação, a concorrência com outros profissionais e até se o profissional já é bastante conhecido no mercado ou não.


A seguir listamos algumas vantagens de prestar atendimentos por convênios médicos.

 

Maior número de atendimentos 

Ao atender por convênio, as portas se abrem para um maior número de pacientes, uma vez que o profissional passa a integrar a lista de credenciados do plano de saúde.

 

Exposição da sua “marca” como médico 

Um dos benefícios é, sem dúvida, o aumento da visibilidade do profissional. É preciso que o público conheça seu nome e sua especialidade. Credenciar-se a convênios médicos é uma boa estratégia para ganhar espaço no mercado local e construir sua marca profissional.

 

Agenda preenchida 

Atender por plano de saúde aumenta a probabilidade do profissional ter uma agenda sempre cheia, o que pode garantir renda inclusive em meses de pouca procura por atendimentos particulares, como nos períodos de férias.


Esses pontos, aliados à experiência e qualidade oferecida pelo profissional ao paciente, trazem consigo maior lucratividade. É importante lembrar que pacientes bem atendidos costumam indicar os profissionais para familiares e amigos.

 

QUAIS SÃO AS DESVANTAGENS?

É fato que convênios médicos dividem opiniões e existem dois motivos muito fortes pelos quais alguns profissionais optam em não atender nessa modalidade.


Baixo retorno financeiro 

A principal desvantagem de atender pelo plano de saúde e a mais conhecida de todas elas, é o baixo valor pago aos médicos por atendimento.

Alguns planos de saúde, por exemplo, chegam a oferecer valores praticamente irrisórios, que não conseguem nem pagar os custos fixos envolvidos em cada atendimento. Por isso é de extrema importância realizar uma pesquisa profunda sobre todos os planos e analisar quais valem a pena conveniar-se e quais não apresentam vantagens.

 

Burocracia 

Há ainda a questão da burocracia para que o paciente inicie um tratamento, por exemplo. Além de muitos planos exigirem uma perícia minuciosa do estado de saúde do paciente, muitas vezes o pagamento de uma consulta demora até 30 dias para ser efetuado, a partir da data do atendimento.

 

ATENÇÃO À QUALIDADE DO ATENDIMENTO


Ao optar pelo credenciamento a um plano de saúde o profissional tem a possibilidade de o atendimento ser feito em consultório do próprio convênio, onde só serão atendidos beneficiários, ou em consultório do profissional, onde poderão ser atendidos tanto conveniados, quanto particulares. 

Seja qual for o tipo de consultório, há um detalhe muito importante que

precisa ser lembrado por todos os profissionais que optam por realizar consulta por convênios.

Conveniar-se pode trazer um grande aumento do volume de agendamentos. Mas a máxima de “quanto mais, melhor” pode prejudicar o desempenho do profissional e resultar em um atendimento mal avaliado.

Lembre-se de promover um bom atendimento a todo mundo desde a etapa de agendamento da consulta, porque isso também reflete diretamente na percepção do paciente e no marketing do consultório.

Uma dica já bastante utilizada por profissionais experientes, aplicada nos casos em que o médico atende em consultório próprio, é fazer os cálculos e dividir os horários da agenda entre atendimentos particulares e atendimentos pelo plano.

COMO É FEITO O CREDENCIAMENTO?

Primeiro, é necessário entrar em contato direto com o convênio e seguir as instruções oferecidas. O procedimento e os documentos podem variar entre as operadoras, mas existe uma lista de documentos mais pedidos pelos planos de saúde. Confira a seguir:

 

Pessoa física 

  • Inscrição no CCM (Cadastro de Contribuinte Mobiliário) ou ISS (Imposto Sobre Serviço) junto à prefeitura;· CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde);· Certificado de inscrição da entidade atualizado junto ao CRM (Conselho Regional de Medicina);· Alvará da Vigilância Sanitária e de funcionamento atualizados;· Currículo, diploma, CPF e título de especialista do responsável técnico;

    · CRM ou crédito do responsável técnico;

    · Comprovante de conta bancária;

    · Informações do local de atendimento.

 

Pessoa Jurídica (além dos documentos listados acima, de clínicas que possuem CNPJ precisam ainda de mais documentos)

  • Contrato social ou ata de constituição;· Última ata de reunião ou alteração contratual;· Cartão do CNPJ atualizado;· Comprovante do último pagamento do ISS;· Comprovante do último pagamento da Taxa de Fiscalização de Estabelecimento;

    · Relação do corpo clínico.

Os sites dos conselhos regionais da área de saúde também costumam oferecer informações sobre os convênios. Portanto, informe-se e considere essa opção para seus atendimentos.

Lembre-se que o atendimento por convênio pode ser uma opção para seu crescimento e reconhecimento profissional, mas não deve ser a única. Busque sempre formas de atrair mais pacientes, como investir em estratégias de marketing e na construção de um bom relacionamento com todos.

 

Fontes: 
https://www.ans.gov.br/perfil-do-setor/dados-gerais
https://blog.iclinic.com.br/como-credenciar-se-a-um-plano-de-saude/
https://gestaodaclinica.com.br/vale-pena-atender-por-plano-de-saude-conheca-as-vantagens/
https://gsaudemarketing.com.br/passo-a-passo-para-credenciar-sua-clinica-a-um-plano-de-saude/

Acesso em 15/01/2021. 

Palavras relacionadas: Convênio, Médico, Atendimento, Credenciamento, Plano de Saúde

COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS