Os impactos da tecnologia 5G na área da saúde

Os impactos da tecnologia 5G na área da saúde
26/05/2021

 

A chegada da quinta geração da telefonia celular não representa apenas uma rede mais rápida para navegar pela internet em seu celular. Com o 5G, a informação é transmitida de um aparelho ao outro quase imediatamente, o que traz uma série de vantagens que farão deslanchar tecnologias que até hoje estão represadas por falta de uma rede estável, barata e com grande cobertura, como a internet das coisas, ou IoT, do inglês internet of things.

Comparada à atual rede 4G, a tecnologia 5G deve ser até 100 vezes mais rápida, estável e segura que as atuais e aceitará maior número de dispositivos conectados.

Com essas informações já é possível perceber que ela promete revolucionar muitas áreas nos próximos anos, com grandes impactos até mesmo na saúde.

 

5G E A MUDANÇA NA RELAÇÃO PROFISSIONAL DA SAÚDE X PACIENTE 

A nova tecnologia pode afetar a área da saúde de várias maneiras, e o impacto mais observado até o momento é o que ocorre no relacionamento com o paciente.

Se considerarmos que a tecnologia 5G vai permitir a inclusão de diversos dispositivos em uma mesma rede, aumenta a possibilidade de monitoramento remoto dos pacientes por meio da utilização de dispositivos vestíveis (ou wearables), dispositivos médicos implantáveis e dispositivos de sensoriamento e monitoramento remoto interno ou externo. Isso torna possível que o paciente continue sua recuperação em casa, porém assistido do mesmo modo como se estivesse em um hospital.

 

 

Os dados serão mais facilmente coletados durante a jornada do paciente e compartilhados entre ele e os médicos responsáveis, inclusive com imagens animadas e/ou em alta qualidade a partir de dispositivos móveis.

Por meio do fluxo constante de dados em tempo real sobre os sinais vitais e alertas relevantes dos pacientes monitorados à distância, combinados a informações sobre estilo de vida e fatores sociais, será possível prever riscos de maneira mais eficaz. Ao facilitar o acesso a avisos precoces de possíveis problemas, os profissionais de saúde poderão intervir mais rapidamente. Dessa forma, a tecnologia 5G pode colaborar também na medicina preditiva.

 

EVOLUÇÃO DA TELEMEDICINA COM A REDE 5G 

A tecnologia 5G terá impactos positivos no atendimento remoto, pois, para que a prestação de serviço por meio da telemedicina seja realizada com qualidade, é necessária uma conexão que suporte grande tráfego de dados, como uma chamada de vídeo de alta qualidade, por exemplo.

Com a tecnologia 5G, a organização de saúde pode permitir que muitos serviços da telemedicina sejam prestados por meio das redes móveis, o que facilita a expansão da telemedicina em áreas muito distantes das grandes metrópoles.

 

REALIDADE AUMENTADA E REALIDADE VIRTUAL 

Especialistas estimam que a tecnologia 5G possibilitará métodos de diagnóstico em três dimensões. Óculos inteligentes equipados com realidade aumentada, por exemplo, podem permitir que médicos projetem imagens em 3D de um braço quebrado de um paciente para avaliar com precisão a necessidade de cirurgia. Será possível também analisar os locais adequados de uma eventual incisão, o que torna procedimentos menos invasivos.

A terapia cognitivo-comportamental também pode se beneficiar do uso de realidade virtual (conhecida pela sigla VR, de virtual reality) e realidade aumentada (AR, de augmented reality), como nos casos de terapias de distração ou de dessensibilização.

 

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E MAIOR RAPIDEZ NOS DIAGNÓSTICOS 

A inteligência artificial (IA) vem ganhando cada vez mais espaço na saúde para determinar diagnósticos e auxiliar na decisão sobre o melhor tratamento para um paciente. Além disso, a IA pode ajudar a prever quais pacientes têm maior probabilidade de apresentar complicações pós-operatórias, de modo a permitir que as organizações de saúde façam intervenções precoces quando necessário.

Mas a inteligência artificial requer conexões rápidas e estáveis para conseguir processar em tempo real uma grande quantidade de dados. Assim, é fácil concluir que a chegada da tecnologia 5G, com a possibilidade de maior velocidade de download e de armazenamento de dados, permitirá que os diagnósticos sejam muito mais rápidos e eficientes.

Radiologistas estimam que será possível aumentar em até 10 vezes sua produtividade, e alguns exames que só poderiam ser analisados em determinado laboratório agora serão compartilhados com outros especialistas de maneira remota. Dessa forma, existe a possibilidade de ampliar o alcance de alguns exames em escala global.

Com a integração de todas as tecnologias por meio da rede 5G, os estabelecimentos de saúde podem melhorar a qualidade do atendimento e a experiência do paciente, além de reduzir o custo do atendimento e muito mais.

Após conhecer alguns benefícios que a rede 5G poderá trazer para a saúde, resta saber quando essa tecnologia será implementada de vez no Brasil. Ainda não se tem ideia da data exata da chegada do sinal no país, porém sabemos que pode levar algum tempo até que alcance todas as cidades. Mas, ao que tudo indica, a espera está próxima de terminar. A previsão é de que o leilão das frequências 5G no Brasil seja realizado ainda no primeiro trimestre de 2021.

 

 

 

FONTES:
https://www.healthcareitnews.com/news/emea/5g-are-we-ready-next-generation
https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-03/agencia-brasil-explica-o-que-e-tecnologia-5g

Tecnologia 5G deve transformar atendimento médico e hospitalar


https://blog.iclinic.com.br/5g-na-area-da-saude/
Acesso em 23/03/2021.

Palavras-chave: 5G, Tecnologia, Saúde, Dados, Telemedicina

 

COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS