O que é sarcopenia e como ela interfere no climatério

O que é sarcopenia e como ela interfere no climatério
08/01/2020

DEZ19_02matéria_SaúdedaMulher

A população mundial está mais madura. E, para falar a verdade, isso já não é mais novidade para ninguém. Estamos no mercado de trabalho por mais tempo, temos mais atividades do que nossos pais quando tinham nossa idade e, com isso, queremos outro tipo de qualidade de vida. Queremos continuar ativos!

Falando especificamente da saúde da mulher, o relógio biológico e principalmente as mudanças hormonais que ocorrem no climatério transformam os cuidados que devem ser tomados com a saúde após os 40 anos de idade. Estudos comprovam que dois fatores de risco para a mulher a partir dessa faixa etária são o acúmulo de gordura e a diminuição de massa magra, ou seja, de massa muscular. E não estamos falando sobre as fanáticas por academia, mas sobre pessoas normais que acabam perdendo massa muscular naturalmente e, sem perceber, perdem também a mobilidade e a capacidade de realizar atividades diárias.

Esse processo é chamado de sarcopenia, isto é, a diminuição de massa magra e sua consequente substituição por gordura corporal. A princípio, para pessoas que desejam se manter ativas por mais tempo, essa informação pode ser bastante preocupante, mas estudos recentes mostram que esse processo pode ser reduzido ou até mesmo revertido por meio da adoção de hábitos de vida que incluam a prática rotineira de exercícios físicos, alimentação saudável e suplementação balanceada, com a ingestão correta de proteínas.

Para uma vida ativa muito além dos 40 anos de idade, é extremamente importante o acompanhamento médico, não apenas quando os problemas surgem mas também objetivando a prevenção. O trabalho por uma melhor idade ativa e saudável começa bem antes da chegada dessa fase e se baseia na prevenção e nos cuidados diários durante a vida toda. Mas, é claro, para aquelas mulheres que só perceberam a idade quando ela chegou de verdade, nunca é tarde para criar hábitos melhores.

Referências:

http://www.scielo.br/pdf/rbcdh/v13n1/06.pdf

http://www.cref13.org.br/bahia/wp-content/uploads/2017/02/Pesquisa_gorduraabdominal-e-sarcopenia.pdf

https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/107064/2/210283.pdf

COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS