Dicas para se destacar no LinkedIn

Dicas para se destacar no LinkedIn
07/06/2021

É fato que as pessoas estão cada vez mais conectadas nas redes sociais, por isso todo profissional que deseja se destacar, seja em que área for, precisa estar presente na internet. Em outros artigos já publicados no Biolab Studio, apontamos a importância de saber utilizar ferramentas como WhatsApp e Instagram.

Mas, além dessas plataformas, é interessante conhecer também as vantagens do LinkedIn, que hoje possui mais de 690 milhões de usuários no mundo, dos quais mais de 43 milhões só no Brasil. Você já está presente nessa rede social? Confira a seguir dicas para ter um perfil de destaque.

 

 POR QUE TER UMA CONTA NO LINKEDIN? 

 

Estamos falando da maior rede social corporativa do planeta. Em um mundo onde a tecnologia está mudando rapidamente, a longevidade do LinkedIn, fundado em 2002, é um tributo à utilidade e ao domínio dessa rede dentro de seu nicho nas mídias sociais. Trata-se de uma rede social profissional, com dinâmica voltada para aqueles que buscam fazer networking e desenvolver conexões de negócios.

Nesse contexto, o LinkedIn funciona também para profissionais da saúde como uma espécie de currículo online. A ideia é que sejam apresentadas informações como formação, especializações, cursos realizados, hospitais e clínicas em que se trabalhou ou se fez residência e o local de trabalho atual. Com a plataforma é possível:

 

• Firmar parcerias;

• Ficar por dentro de oportunidades profissionais, dicas e ferramentas de gestão;

 Acompanhar novidades e tendências do mercado;

 Ter informação sobre eventos da área, como congressos de sua especialidade.

 

Para aqueles que se interessaram e querem ter mais destaque no LinkedIn, separamos as seguintes dicas importantes que servem tanto para uma conta de profissional individual quanto para o perfil de sua clínica:

1. Não confunda o LinkedIn com outras redes sociais:
lembre-se de que ela é uma plataforma profissional, por isso o melhor é não debater opiniões pessoais;
2. Tenha uma foto profissional:
manter uma foto em alta resolução e que transmita profissionalismo faz com que o perfil seja visualizado em média 14 vezes mais do que outros perfis com fotos que não estão dentro do padrão. Além disso, 80% das pessoas rejeitam perfis sem foto;
3. Complete todas as informações e as mantenha atualizadas:
conservar o perfil completo e atualizado aumenta a relevância dele na rede, o que o faz ser encontrado por mais pessoas;
4. Deixe claro o que você faz:
isso é possível ao escrever um título profissional que deixe clara sua área de atuação. O próximo passo é adicionar suas competências profissionais, etapa também muito importante. Dentre essas competências, você pode escolher até 50, mas é fundamental selecionar 3 para deixá-las em destaque no seu perfil;
5. Desenvolva conteúdos de qualidade:
compartilhar e criar conteúdos relevantes são atitudes que ajudam as pessoas a lembrar que você é um profissional da área. Como médico você pode, por exemplo, utilizar esse espaço para dar dicas de saúde, falar sobre sintomas e tratamentos de doenças, entre outras informações relevantes para o público-alvo que deseja atingir;
6. Faça networking constantemente:
crie e fortaleça sua rede ao interagir no conteúdo de outras pessoas. Ao fazer isso, seu perfil se mostrará relevante e acessível, além de aumentar as possibilidades de indicações de outros colegas para captação de novos pacientes.Outra sugestão é participar de grupos dentro da rede social, inserir-se nos debates e trocar experiências dentro desse espaço.

 

LINKEDIN PARA EMPRESAS 

O LinkedIn geralmente é lembrado por ser uma grande oportunidade de networking. No entanto, ele pode igualmente ser uma grande vitrine para consultórios e demais estabelecimentos da área da saúde. Além de perfis profissionais, é possível criar perfis organizacionais. Para isso, é necessário realizar o cadastro do estabelecimento, por meio do preenchimento das informações exigidas.

 

As vantagens de uma company page são:

 

• Informar ao público os planos e as conquistas da empresa;

• Recrutar candidatos qualificados, com base nos dados dos perfis de LinkedIn;

• Divulgar posts e materiais;

• Incentivar o networking dos profissionais da empresa, a fim de impulsionar as vendas;

• Fazer publicidade segmentada de cursosserviços e produtos corporativos.

Lembre-se de que suas interações no LinkedIn podem influenciar sua carreira de forma positiva ou negativa. Por isso, é essencial tomar muito cuidado com o nível dos conteúdos a ser disponibilizados e com as interações. Assim como ocorre com todas as outras plataformas que funcionam como ferramenta de marketing para seu trabalho, é fundamental seguir as recomendações do Conselho Federal de Medicina (CFM) ou do conselho responsável por sua área de atuação.

Não deixe de aproveitar as oportunidades que a internet e as redes sociais oferecem para captar mais pacientes e se destacar em sua área de atuação.

FONTES:
https://kinsta.com/pt/blog/estatisticas-e-fatos-do-linkedin/
https://www.istoedinheiro.com.br/a-era-linkedin/
https://blog.medicalway.com.br/medicos-no-linkedin-7-dicas-para-gerir-a-conta-com-credibilidade/

 

Acesso em 04/02/2021.

Palavras-chave: LinkedIn, Redes Sociais, Marketing, Networking, Mídia

COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS