Cirurgia bariátrica e nutrição

Cirurgia bariátrica e nutrição
08/08/2018

Segundo dados de 2016 da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 39% da população acima de 18 anos de idade apresenta sobrepeso, ou seja, tem índice de massa corporal (IMC) acima de 25. Desse percentual, 13% são considerados obesos (IMC acima de 30). Assim, uma das alternativas para esses casos de obesidade é a cirurgia bariátrica.

Existem três tipos de cirurgia bariátrica: restritiva, disabsortiva e mista. As cirurgias restritivas diminuem o tamanho do estômago, e a perda de peso se dá pela restrição na ingestão de alimentos. As disabsortivas objetivam reduzir a absorção dos nutrientes, enquanto as mistas combinam os dois métodos. As pessoas que fizeram a cirurgia com técnicas restritivas podem ter deficiências nutricionais associadas à ingestão insuficiente de alimentos, enquanto as que se submeteram às técnicas disabsortivas podem ter carências relacionadas às intervenções, que afetam o processo de digestão e absorção.

Assim, é necessária uma abordagem de suplementação alimentar específica para cada uma delas. A deficiência de ferro é comum entre os pacientes, independentemente da técnica utilizada, pois a diminuição do estômago reduz também a produção de ácido clorídrico (HCl), o que dificulta o aproveitamento dos nutrientes. Em qualquer época após a cirurgia, é frequente o aparecimento de anemia ferropriva.

Os níveis de vitamina D e de cálcio no organismo podem cair, já que os principais locais de absorção desses nutrientes estão na parte do intestino que é alterada pela cirurgia, desencadeando assim o processo de desmineralização óssea. Pode acontecer também a deficiência de vitamina B12, devido à diminuição da secreção de suco gástrico. Juntamente com a carência de ácido fólico (vitamina B9), o déficit de vitamina B12 pode provocar uma anemia chamada de megaloblástica.

O compromisso da equipe médica e do paciente com a administração de suplementos vitamínicos e o acompanhamento a longo prazo são fundamentais para prevenir e tratar as deficiências nutricionais e metabólicas decorrentes da cirurgia bariátrica.

COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS