A falta de sono afeta o cérebro?

A falta de sono afeta o cérebro?
14/02/2019

Sabe-se que a privação do sono exerce impacto negativo sobre a qualidade de vida, já que pode elevar os níveis de pressão arterial, cortisol e citosinas pró-inflamatórias, além de aumentar a resistência à insulina. A privação total ou mesmo parcial de sono também prejudica a saúde cognitiva, principalmente a consolidação da memória, e pode causar alterações de humor.

Os lapsos de memória e a percepção visual distorcida provocados pela falta de sono se devem a uma falha de comunicação temporária entre os neurônios. Esses efeitos são bem semelhantes à embriaguez e tão perigosos quanto esse estado.

Dormir pouco também pode causar danos ao cérebro. Um experimento realizado na Universidade da Califórnia concluiu que dormir apenas 6 horas durante 10 dias pode ser tão prejudicial à saúde quanto ficar acordado uma noite inteira. Além de diminuir a velocidade de reação, poucas horas dormidas podem afetar os reflexos e até a capacidade de interpretar textos.

Observou-se também que não vale tentar recuperar em um dia ou em um final de semana todo o período perdido de sono. Os pesquisadores ainda concluíram que, para manter a boa capacidade cerebral, as 8 horas de sono por noite precisam seguir um plano a longo prazo.

 

Referências bibliográficas

  1. Alhola P, Polo-Kantola P. Sleep deprivation: impact on cognitive performance. Neuropsychiatr Dis Treat. 2007;3(5):553-67.
  2. Nir Y, Andrillon T, Marmelshtein A, et al. Selective neuronal lapses precede human cognitive lapses following sleep deprivation. Nat Med. 2017 Dec;23(12):1474-80.
COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS